Começa hoje a sétima Virada Esportiva

Neste sábado, 21 de setembro, acontece a sétima Virada Cultural. Como já foi reportado aqui, serão mais de duas mil atividades esportivas disponibilizadas para a população paulista, durante 34 horas, em 200 locais diferentes espalhados pela cidade. Das 8 horas deste sábado às 18hs de domingo, serão oferecidas desde recreações infantis, como brinquedos infláveis e pique bandeirinha, a streetball – basquete de rua -, stand sp, caiaque,  oficina de tênis, corrida de skate, clínica de wakeboard, passeio noturno de patins e até bungee trampolim e rapel. Tem diversão para todos os gostos e públicos!

Em entrevista para o 1,2,3 corre!, o coordenador da assessoria de comunicação da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação da cidade de São Paulo, Eder Brito, relatou parte dos desafios e conquistas da Virada Esportiva durante esses sete anos de existência, sendo cinco anos acompanhados por ele.

Como a Virada Esportiva ganhou essa dimensão e o reconhecimento da população?

A Virada Esportiva virou um evento da cidade de São Paulo. O paulistano já o aguarda. Mas, ela só é o que é porque acontece somente uma vez por ano. A Virada Esportiva já é uma marca. Ela se torna um objeto de desejo porque ela só é disponibilizada em um espaço curto de tempo. O conceito dela é convidar as pessoas a praticar alguma atividade e a consumirem esporte.

Porque geralmente a Virada acontece no mês de setembro?

A escolha da data tem a ver com a chegada da primavera.  As piscinas públicas normalmente reabrem com a chegada dessa estação. Além disso, significa também o começo dos seis meses em que a população faz mais esporte – durante a primavera e verão.  Em 2008 e 2012, a Virada só não aconteceu em setembro por conta do período das eleições. Por exemplo, no ano passado foram nos dias 30 de junho e 1° de julho.

Como é feita a seleção das atividades que serão oferecidas no evento?

A seleção dos esportes que participam da virada acontece por meio de três meios:  o primeiro, a gente convida a Secretaria de Educação para desenvolver atividades pelo SESC e os CEUs; segundo, nos clubes que, normalmente, o diretor e o supervisor de esportes se juntam para montar a curadoria; e o terceiro, com as atividades contratadas pela Secretaria de Esportes. Neste último caso, o critério é qual é o potencial de participação de cada atividade.

O que você destaca de interessante e diferente nesta edição comparado as anteriores?

Para mim o mais interessante na virada 2013 é o que acontece depois porque é o começo de uma resposta que já tinha um bom tempo que queríamos dar. Reclamavam que nós fazíamos um super evento na virada e depois nada. Agora nós vamos continar fazendo com o “Revirando a Virada”. São 11 locais que participarão, ainda é um projeto piloto. Mas vai ajudar e mudar muito para melhor os bairros. A gente tem que fazer justamente porque tem problema nesses locais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s